Retrospectiva 2015
O ano de 2015 representou uma marca significativa para a Repsol Sinopec Brasil: ao chegar aos 60 mil barris de óleo equivalente (boe) produzidos por dia, a empresa e se tornou a terceira maior produtora de petróleo do país. Neste ano, a companhia também confirmou o grande potencial do bloco BM-C-33, no pré-sal da Bacia de Campos, onde já haviam sido feitas as descobertas de Pão de Açúcar, Seat e Gávea.
 
 
O campo de Sapinhoá, localizado no bloco BM-S-9, no pré-sal da Bacia de Santos, foi o principal responsável pela subida de produção da companhia, que detém 25% de participação no ativo. O campo é responsável pela maior parte da produção da Repsol Sinopec e tem cinco poços produtores conectados à FPSO Cidade de São Paulo, que já se encontra em seu platô, produzindo cerca de 120 mil barris de petróleo por dia (bpd), além de outros três conectados à FPSO Cidade de Ilhabela, produzindo no momento cerca de 90 mil boe por dia, mas com capacidade para produzir 150 mil boe diários. O restante da produção vem do campo de Albacora Leste, na Bacia de Campos, do qual a companhia tem 10% de participação.
 
Em novembro, a Repsol Sinopec Brasil encerrou com sucesso o teste de formação do poço PdA-A2, na descoberta de Pão de Açúcar, no bloco BM-C-33, sob lâmina d'água de 2.821 metros e profundidade total de 7.012 metros, um dos mais profundos do mundo. Durante o teste, o poço produziu com vazão superior a 15 milhões de pés cúbicos de gás por dia, limitada pela capacidade da planta instalada na plataforma, e mais 3.330 barris de condensado por dia, com pequeno diferencial de pressão. A Repsol Sinopec tem participação de 35% no consórcio que opera o bloco BM-C-33.
 
A companhia também obteve reconhecimento por seu trabalho nas áreas de meio ambiente e recursos humanos. Em maio, na solenidade de abertura do Viva a Mata 2015, que reuniu no Jardim Botânico do Rio de Janeiro diversos gestores e militantes da causa ambiental, a Repsol Sinopec Brasil foi premiada na categoria Educação Ambiental pelo patrocínio ao projeto A Mata Atlântica é Aqui, desenvolvido pela Fundação SOS Mata Atlântica.
 
 
E em cerimônia realizada em março, a companhia recebeu o certificado Top Employer. Promovida pelo Instituto Top Employers, presente em 99 países, a certificação é concedida a empresas de excelência em suas práticas relativas à gestão de pessoas.