Repsol Sinopec e SENAI CIMATEC inauguram supercomputador em Salvador

AIRIS tem capacidade de processamento de 800 Teraflops e é dedicado à pesquisa científica
download

Nesta quinta-feira (24), será inaugurado em Salvador o supercomputador AIRIS (Artificial Intelligence RSB Integrated System), fruto de parceria entre o SENAI CIMATEC e a Repsol Sinopec Brasil. Com capacidade de processamento de 800 TeraFLOPS, o AIRIS é, no momento, o computador mais potente do país destinado integralmente à pesquisa científica. O evento de inauguração acontece no auditório do SENAI CIMATEC, em Piatã, no dia 24/10 às 15h.

O novo supercomputador irá aprimorar o tratamento de big data, o uso de algoritmos complexos, processamentos de alto desempenho e simulações de alta fidelidade. É voltado prioritariamente para o setor de óleo e gás, mas também pode beneficiar outros segmentos que demandam alta capacidade de processamento, como os de energias renováveis, biotecnologia e mineração, além de possibilitar aplicações em inteligência artificial.

“Um dos objetivos da instalação do AIRIS é permitir solucionar problemas complexos com significativa redução de tempo de processamento, acelerando a tomada de decisões, reduzindo custos e contribuindo para tornar as operações mais seguras. Em operações complexas como as que temos no pré-sal brasileiro, essa imensa capacidade de processamento é de fundamental importância. Permitirá que sejam geradas imagens sísmicas cada vez com melhor qualidade. É um grande avanço na área de P&D”, explica Mariano Ferrari, CEO da Repsol Sinopec Brasil.

Resultado de parceria entre a Repsol Sinopec e o Centro de Supercomputação para Inovação Industrial (CS2I) do SENAI CIMATEC em Salvador, Bahia, o investimento no supercomputador foi de R$ 27 milhões. Além de empresas de óleo e gás, o CS2I tem parcerias com companhias de outros setores e com diversas instituições de pesquisa.

«Foi um desafio montar uma arquitetura de configuração específica para problemas complexos de petróleo e gás, mas ao mesmo tempo genérica o suficiente para realizar atividades em outros setores», explica o Gerente do Centro de Supercomputação do SENAI CIMATEC, João Marcelo Silva.

A capacidade de processamento de 800 TeraFLOPS equivale a cerca de 5000 computadores pessoais. «Essa comparação é apenas didática, já que mesmo com computadores convencionais trabalhando em conjunto seria impossível chegar a essa capacidade, porque o supercomputador tem também uma rede e armazenamento de alto desempenho», diz João Marcelo.

Nos últimos quatro anos, a Repsol Sinopec Brasil investiu mais de R$ 150 milhões em projetos de P&D, sempre com o objetivo de tomar decisões com mais precisão e segurança, gerando energia de maneira mais sustentável e eficiente. O foco da companhia está não só na melhoria da eficiência de seus ativos, mas também no desenvolvimento do país.

 

REPSOL SINOPEC BRASIL

A Repsol Sinopec Brasil é integra o Grupo Repsol, empresa de energia e mobilidade que está presente em mais de 50 países e atua em todo a cadeia de valor: exploração e produção, transformação, desenvolvimento e marketing energético eficiente, sustentável e competitivo. Pioneira na abertura do mercado e na exploração do pré-sal brasileiro, a Repsol Sinopec é atualmente uma das empresas que mais produzem petróleo e gás no Brasil. Com atividades nas bacias de Campos e Santos, a carteira de ativos da companhia inclui três campos produtivos – Sapinhoá, Lapa e Albacora Leste –, além de blocos exploratórios com grande potencial.



Assessoria de Imprensa